Archive for agosto \30\UTC 2008

h1

Uppsala

agosto 30, 2008

Uppsala é a quarta maior cidade da Suécia (o que não quer dizer nada, já que o país inteiro tem 9 milhões de habitantes). A cidade é bem pequena, mas é linda. Visitei o museu de historia natural da Universidade de Uppsala durante dois dias e foi bem interessante. O museu nao é tão grande quanto o de Estocolmo, mas encontrei algumas coisas para a minha pesquisa. Quando estava lá um dos professores estava se aposentando então durante o fika* as pessoas do departamento fizeram uma despedida. Como ele era inglês e aparentemente viciado em futebol ganhou uma camisa do seu time e fizemos uma ola ao redor da mesa. Não entendi nada durante os discursos, mas foi legal. Enquanto estive aqui não notei a frieza dos suecos, pelo contrário, todos pareceram bem normais. Pra variar, um dos professores do departamento tinha acabado de voltar do Brasil onde tinha conhecido os lençóis maranhenses, Natal, Chapada Diamantina e Salvador. Sempre tem uma conversa de Brasil nos lugares. Surpreendentemente, porem, não tenho encontrado brasileiros nessa viagem. Ouvi português uma vez nas duas ultimas semanas.

Voltando a Uppsala, depois do trabalho pude conhecer alguns lugares legais da cidade como a catedral gótica, uma biblioteca/museu com metade do Codex Argentus (Biblia de prata), o jardim de Lineu e um castelo rosa construido no seculo 16 por Gustav Vasa. Para mim essa cidade é ainda mais impressionante porque foi onde Lineu trabalhou. Pra quem não sabe Lineu foi quem iniciou a nomenclatura que usamos atualmente para descrever organismos. Essa é exatamente a área em que trabalho. Um grande pesquisador de anêmonas chamado Oscar Carlgren (a.k.a. o rei) também trabalhou nessa cidade e pude ver varios animais que ele identificou.

 * Fika = Normalmente as 2:30 da tarde (e as 8:30 da manhã) as pessoas param para tomar um cafe e comer um bolinho. Dura normalmente meia hora e serve para as pessoas colocarem o papo em dia. Nunca pensei que existiria uma coisa dessas logo na Suécia. Por outro lado não dá pra imaginar brasileiro tendo hora pra conversar hehehe 

h1

Suécia

agosto 30, 2008

Em estocolmo fiquei em um lugar que era tipo um clube e foi ótimo porque tinha meu próprio quarto com banheiro e era bem confortável. De lá eram mais ou menos 10 minutos andando até o Museu de História Natural da Suécia, onde trabalhei por 4 dias. Também tinha um supermercado bem perto, entao no caminho pro trabalho e na volta pra casa parava pra comprar comida. Fiquei quatro dias trabalhando neste museu e dois dias numa cidade próxima chamada Uppsala. Durante a semana que fiquei em Escolmo nao tive muito tempo para fazer turismo pq trabalhava das 9 as 5, mas alguns dias depois do trabalho pegava o metrô para o centro da cidade e passeava um pouco. A cidade é realmente linda! Pelo que li o centro é formado por 14 ilhas que são ligadas por pontes. Por isso a cidade é cortada por canais que faz com que fique ainda mais bonita. No ultimo dia antes de pegar o trem pra Goteborg pude fazer um pouco de turismo e conhecer mais o centro. Fui pra vários lugares, incluindo o centro antigo da cidade, o Palacio Real, o Kungstradgarden (parque da cidade que estava lotado), Museu de Arte Moderna e o Museu Nacional entre outras coisas. Normalmente eu nao gosto muito de sair desesperada para conhecer museus e outras atrações de turista, mas dessa vez dei o braço a torcer e fui. Não me arrependi.

Outra coisa que não passa desapercebido é a elegância dos suecos. Já tinha lido sobre isso, mas ao vivo é mais impressionante. Deve ser reflexo da alta qualidade de vida que eles tem. Todos andam tão alinhados que deve ser bem cansativo morar aqui e ter que se preocupar com isso todos os dias.

O clima não é lá essas coisas todas. Durante o tempo que estive em Estocolmo choveu quase todos os dias e em alguns dias ficou realmente frio. Em outros dias fez ate “calor”, mas as pessoas andavam pra cima e pra baixo de cachecol e casaco…acho que estou ficando mais acostumada com o frio. Quem diria…

 

Algumas fotos:

h1

Senta que la vem a historia…

agosto 30, 2008

Quem me conhece sabe que as coisas comigo sempre funcionam (agradeco bastante), mas muitas vezes no atropelo. Quando sai de Bergen meu plano era pegar o trem da noite ate Oslo (~8horas), passar o dia na cidade passeando e pegar o trem, tambem a noite, para chegar em estocolmo na manha seguinte. Bem, esse era o plano…Antes disso tive que sentar com um bebado do meu lado durante um tempao ate encher o saco e mudar de lugar. Que azar, tanto lugar pra o cidadao sentar e ele senta bem do meu lado! Continuando, saí de Bergen e cheguei em Estocolmo as 7 e pouca da manha. Guardei minha mala no locker e chequei na internet coisas para fazer na cidade, ja que nao tinha tido tempo de olhar. Vi algumas coisas e antes de sair ia passar pra reservar meu assento no trem da noite para Estocolmo. Como era um sabado, a moca me informou que nao existia trem internacional. Pensei: pronto, era so o que faltava! Nao tinha lugar para passar a noite, ja que o plano era passar no trem e minha estadia em escolmo so comecava no outro dia. Ainda mais, o ultimo trem pra estocolmo saia dali a 40 minutos. Fiquei no maior dilema sobre onde deveria arriscar um hotel. Como era sabado, fiquei pensando que seria bem dificil conseguir um quarto tanto em Oslo quanto em Estocolmo. Pensei tambem que qualquer coisa eu iria para o Aeroporto e passaria a noite la. Fiquei debatendo e pensei que seria melhor pegar esse trem e tentar a sorte em Estocolmo. La vou eu, mal dormida do trem com o bebado para Estocolmo sem saber onde iria dormir a noite. Foi uma pena ja que nao deu pra eu conhecer Oslo. O professor de Bergen falou que se nao desse para eu passar em Oslo, nao estaria perdendo nada. Bem, de qualquer maneira gostaria de ter conhecido. Fica pra proxima.

Enfim, peguei o trem para Estocolmo e la se foram mais umas 8 horas. O problema era que o sistema para fazer a reserva nao estava funcionando, entao eu nao tinha um assento confirmado. Sentei em uma cadeira qualquer e pra meu azar perto de um bando de espanhois que falavam mais que o homem da cobra. Falaram a viagem todinha. E o pior e’ que espanhol da pra entender, nao e’ feito sueco que nao incomoda porque entra por um ouvido e sai pelo outro. Depois de umas 4 horas a pessoa do meu assento chegou, entao tive que me mudar. Como aquela altura ja nao tinha nenhuma cadeira vazia, fui pro vagao da primeira classe. Nisso lembre que meu passe e’ de primeira classe! Foi otimo porque pude carregar meu ipod e computador. Depois de umas horas chegamos em Estocolmo. Eu, como sempre, nao tinha nenhum plano. Como pensei que ficaria em Oslo, ia fazer toda a programacao durante a noite. Cheguei na estacao e nao sabia nem pra que lado ir. Finalmente encontrei o locker, deixei minha mala e sai a procura de um hotel. Sai andanndo pela cidade e no primeiro hotel que vi entrei meio sem esperancas. Um hotel naquele lugar no brasil nao teria quarto de jeito nenhum num sabado. Mas a minha estrela e’ forte e eles so tinham um quarto vago! O meu! Que alivio! Ja estava me acostumando com a ideia de dormir no aeroporto, ja que ate a estacao de trem fechava la pras tantas. Fui buscar minha mala no aeroporto e voltei. Quando entro no quarto, tchanam….o menor quarto de hotel do mundo!(Foto no post anterior). Era muito pequeno! Mal dava pra abrir a mala e tirar as coisas de dentro. De qualquer maneira tava otimo. Tinha um lugar pra dormir e ainda dava pra ver as olimpiadas! Pena que depois de nao ver quase nada dessas olimpiadas fui ver logo a derrota do brasil no volei masculino. E pra quem?? Afffffe

Falando nisso, os estados unidos e’ tao mal perdedor que em vez de mostrar o quadro de medalhas pela quantidade de ouros, mostrava de acordo com o numero total de medalhas! So pra nao ficar em segundo lugar depois da china! Sei nao viu, talvez agora com o barco afundando eles aprendam alguma coisa sobre humildade.

Eita, outra coisa! Quando estava passando o jogo do Brasil, toda vez que ia pro intervalo passava um comercial do estado do Ceara! Tomei um susto quando comecaram a passar umas imagens que eu tinha certeza eram do Brasil! No final falavam: Brasil, sensacional! Hehehe O governo do Ceara e do Rio Grande do Norte investe bastante em turismo mesmo. Era bom que Pernambuco investisse tanto tambem, ate porque, modestia a parte, o litoral do meu estado e’ um dos mais bonitos do Nordeste (e por isso do Brasil). Pra quem ainda nao sabia, sou muito bairrista! Sempre fui, nao tem pra onde correr.

Volto depois!

 

h1

Teclado em português

agosto 29, 2008

Quem souber como configurar o teclado do computador para português, por favor me ajude. Notem que todos os acentos que coloco quando escrevo aqui são inseridos um a um… Sempre fui meio burrinha pra essas coisas de computador e quando consigo configurar alguma coisa é “na doida” hehehe

Hoje o dia esta como eu imagino que um dia tipico seja por aqui: chuva, frio e nublado (estamos em agosto!). Nao gosto nem de imaginar como e’ no inverno…

Tenho muitas coisas pra falar e fotos pra mostrar, mas nao tenho tido muito tempo de internet. Amanha vou passar o dia em estocolmo passeando e espero encontrar um cafe com internet pra baixar as fotos e escrever por aqui! Bjo

h1

Coisas sem explicação

agosto 29, 2008

Esses últimos dias têm sido bem corridos, por isso nao pude vir aqui falar um pouco dos meus últimos dias na Noruega e primeiros dias em Estocolmo e Uppsala. Vamos começar do começo. Passei 5 dias em Bergen que como eu já disse a cidade é linda (fotos no post anterior). No sábado, meu último dia lá, deixei minha mala no locker do albergue e fui passear. Peguei um bondinho que ia para a parte mais alta da cidade e de onde se tinha uma vista muito bonita, vendo toda a baia e os prédios antigos da cidade. Algumas das fotos que tirei foram de lá. Depois andei mais pelas cidade, parei em um castelo e uma igreja viking. Voltei para o albergue, peguei minha mala e fui pra estação de trem com umas 2 horas de antecedência, pra nao dar chance ao azar. Fiquei lendo um pouco e daqui a pouco saem várias pessoas do trem e, como sempre, eu olho pra todas elas. Se ja faço isso no Recife onde as pessoas sao mais ou menos familiares, quando estou viajando ai é que eu fico reparando nas pessoas mesmo.

Pois bem, no que eu estava olhando sai um figura estranha, um senhor com uns 40 e poucos anos, e vendo que o cidadão era meio estranho e que eu sou um imã pra esses tipos, desviei o olhar. Pra que? O cara já estava vindo na minha direção e eu tentando me esconder atrás do livro… mas nao deu. Como quem tá na chuva é pra se molhar, quando o cara sentou do meu lado eu pensei “vamos lá’”. O cara falava inglês fluentemente, mas bem baixinho então no começo nao entendi o que ele tava dizendo, mas depois vi que ele tava falando de um festival que ele foi na India e que na Noruega existem varios cogumelos alucinógenos. Eu pronto, vai me dar uma aula sobre cogumelos…depois disso ele perguntou de onde eu era, falei que do Brasil mas nao entrei em detalhes. Ate pq nao sou do rio nem de sao Paulo e as pessoas geralmente so conhecem essas cidades no Brasil (ou Buenos Aires…). O cara ficou falando um bocado, a conversa ficou ate mais interessante com o tempo, mas eu já estava de olho no meu trem que saia dali a 15 minutos. Tentei ir me saindo e fui em direção ao trem. Quando tava quase chegando o cara vem correndo dizendo que nao tinha se apresentando. Falou o nome dele, perguntou o meu e depois se eu era de São Paulo. Falei que era pra só pra encurtar a conversa…ai ele virou pra mim e falou: “Não você não é de São Paulo, é de Recife!”. Quando ouvi aquilo, nao sabia o que dizer, porque nao falei em nenhum momento de onde eu era… tenho certeza! Fiquei meio desnorteada, mas como tinha que encontrar meu assento no trem fui embora. Que surreal!! Como é que esse cara sabia de onde eu era???? Mais um episódio sem explicação…

Depois volto pra contar o que aconteceu dentro do trem…aiaiai 

As vezes a minha vida e’ bem tranquila, as vezes cheia de atropelos…

h1

Por enquanto fotos

agosto 27, 2008

h1

Bergen, Noruega

agosto 21, 2008

Cheguei aqui em Bergen na terça-feira pela manhã e ja fui para o albergue deixar minhas coisas. Ainda bem que tinha o dia livre e so trabalhei no dia seguinte. Dessa vez nao sei o que aconteceu, mas senti bem a diferença de fuso. Fiquei bem cansada e trocando o dia pela noite. Meu trabalho aqui em Bergen já esta quase no final e foi bem produtivo! Consegui encontrar várias anêmonas pra o meu projeto. A cidade de Bergen é lindíssima!! A cidade é na costa e cercada de montanhas, com as casinhas coloridas espalhadas pelas encostas. Nao tive muito tempo para passear ainda, mas amanhã, antes de ir para Oslo, pretendo passar a tarde passeando. Um dos lugares que já fui foi uma cidade viking e patrimônio da humanidade chamada Bryggen. Amanhã pretendo ir numa igreja viking que foi queimada por um cara chamado Varg Vikernes. A história é que ele, músico de heavy metal, se revoltou e queimou algumas igrejas na noruega, uma delas aqui em Bergen. Essa igreja também fica perto das montanhas e ai aproveito pra visitar também. Veremos.

Como nao tenho muito tempo para escrever hoje, vou colocar umas fotos. Em breve um post com mais detalhes e impressões sobre a cidade e o país!